Blog

20/12/2018

12 ‘micro-resoluções’ mensais para o Ano Novo

Coluna do treinador, Iuri Lage

Sabemos através de pesquisas que a maioria das resoluções de Ano Novo duram apenas um mês ou dois.

É comum, após esse período, perdermos o foco e cairmos na rotina confortável e sem propósito.

Para evitar que isso aconteça, o jornalista David Allan do portal The Wisdom Project teve a ideia de criar 12 resoluções, uma por mês, não acumulativas (cada proposta termina no último dia do mês) para o seu ano.

Seguindo a linha do “all we need is less” (tudo que precisamos é menos) ele pensou, na maioria dos meses, em objetivos relacionados a abstinência, como ferramenta de aprendizagem e auto conhecimento.

Abaixo seguem os objetivos traçados por ele para cada mês do ano:

Janeiro: Não consumir álcool

Começar o ano propondo uma desintoxicação alcoólica após um provável dezembro cheio de festas e confraternizações é sem dúvida um ótimo começo! Ficar sem álcool faz refletir sobre nossa dependência em relação ao seu consumo em ambientes sociais e nosso comportamento sem ele.

Fevereiro: Falar menos

No segundo mês do ano, a proposta é ficar atento a fala, buscando escutar o que as outras pessoas tem a dizer, abrindo o coração e silenciando a voz.

Março: Não comer açúcar

Esse possivelmente será um dos meses mais difíceis! Muitos não sabem, mas a maioria de nós é completamente viciada em açúcar. Viver essa abstinência é sem dúvida uma super experiência de auto conhecimento e teste de humor!

Abril: Reduzir o tempo dedicado a telas

A maioria da população dos grandes centros urbanos passam boa parte do tempo olhando para telas de telefones e computadores! A proposta nesse mês é buscar atividades contemplativas, com maior movimentação do corpo e dos olhos.

Maio: Comer menos

Nunca comemos tanto em toda história da humanidade! Reduzir o consumo dos alimentos é sem dúvida uma forma de se conectar com seu corpo e entender melhor a verdadeira proposta do ato de se alimentar.

Junho: Gratidão

Agradecer por pelo menos 3 coisas boas em cada um dos 3 turnos do dia (manhã, tarde e noite). Só o ato de agradecer já nós coloca com o espirito elevado e o humor mais equilibrado.

Julho: Cortar as redes sociais

Não acho muito difícil, mas acredito que muitos terão problema! Vale observar a quantidade de tempo que terá a mais em cada um desses dias

Agosto: Não assistir televisão

Sugiro nesse mês (e em todos os outros) procurar bons livros para ler 😉

Setembro: Desfazer das coisas que não provocam alegria

A proposta é escolher objetos (um para cada dia do mês) que você possui mas não lhe traz alegria, e doa-lo! A ideia foi inspirada no livro ” A magia da mudança de vida através da arrumação “, de Marie Kondo , que desencoraja manter qualquer coisa que não desperte prazer.

Outubro: Evitar plásticos descartáveis

Sem canudinhos, copinho ou sacolas plásticas! Se animar, experimente comprar alimentos “a granel” em feiras orgânicas da cidade.

Novembro: Ensinar algo

Em novembro tente ensinar algo a alguém, pode ser uma receita, uma mágica ou uma brincadeira

Dezembro: Meditar

Durante esse mês dedique os primeiros 15 minutos do seu dia a meditação. Caso não saiba como fazer isso, pesquise pelo aplicativo “Headspace

Bom, essas foram as resoluções do David! Fique à vontade em criar seu próprios desafios acrescentando ou retirando resoluções que não façam muito sentido a você.

A ideia aqui foi apenas mostrar esse método, que me pareceu bem legal e possível!

Feliz Ano Novo!

Compartilhe:

Deixe um comentário

avatar
  Receber comentários por email  
Avise-me de

Vamos Treinar?

Conheça o treinamento online BHRace. Corra onde e quando quiser, com orientação profissional.

Deixe seu email e receba nossa news