Blog

22/11/2018

História de uma ex-fumante por Myriam Haas – Parte 2

Fala corredor

Em maio de 2017 contratei a BHRace após um ano e meio fora do sofá e longe do cigarro.

Mais magra e pronta para o desafio achei que seria mais fácil!

Quem leu meu primeiro texto sabe que minha meta é correr 5 k direto.

Ainda não cheguei lá mas evolui muito.

Nesta semana alcançarei 1.000 k de treino. Isso era impensado, impossível , inalcançável. Correr 1.000 k em um ano e meio se traduz em treinos 3x por semana sem desculpas, faça chuva ou sol e fortalecimento muscular e alimentação correta.

 

As provas

Nesse ano e meio corri 10 provas de 5k . Isso, graças a insistência da minha colega Riva.

A primeira foi um revezamento da BHRace, na praça JK. Quase morri sem fôlego e jurei nunca mais repetir essa corrida.

Obviamente menti pra mim mesma, mas foi sintomático a minha inscrição do ano seguinte;  fui a ultima inscrita.

A segunda foi St Patrick, corrida noturna na Pampulha, com todos os corredores usando luzinhas piscando. Muito emocionante.

St Patrick com minha fiel escudeira Riva Campos

 

Mas a mais marcante foi a corrida do Galo. Apesar de mal organizada e muito cheia, a vibração e energia do pessoal cantando o hino do time não teve preço.

Isso sem falar na emoção que senti quando vi o coach Felipe, em pé numa mureta, gritando meu nome e me incentivando a chegar. Esse gesto foi fundamental pois a corrida teve a distância alterada de 5 para 6 k sem aviso prévio. Se é difícil conseguir 5k, imaginem 6.

E não parei. Tento fazer uma corrida por mês e até fiz inscrição na modalidade virtual 5k na Maratona de NY. Ganhei número de peito e medalha de papel .  Adorei a brincadeira, afinal correr em NY é só sonho.

Tack Field Run Series 

 

Para uma ex sedentária e ex fumante correr 1.000k  é como fazer parte da elite. Correr 5k equivale a correr uma maratona!

Yes! 1.000km

 

Terapia mental

Evolui muito, mas a frustração de não conseguir correr direto ainda existe. Não vou negar. Procurei então um terapeuta mental, um hipnólogo, pra entender onde eu estava errando, afinal eu já deveria ter alcançado minha meta há muito tempo.

E acho que valeu a pena demais porque aprendi a mudar o foco do negativo para o positivo. Aprendi a mudar meu pensamento durante a corrida, que antes era contaminado de pressão pessoal, agora contaminado de estimulo e divertimento. Eu não tinha noção de como minha mente estava me boicotando.

Agora já nessa nova etapa pós terapeuta e trabalhando a mente estou mais perto dos 5 k sem parar. Não me importo com ritmo. Eu quero é não parar.

Então, como estímulo, fiz inscrição para a Maratona do Rio em junho no percurso 5k.

Mais uma vez agradeço a BHRace pela excelente assessoria.

Ao meu coach Felipe, não tenho palavras suficientes de agradecimento.

Eu e Fillipe

 

Sempre disposto a ouvir meus lamentos e dúvidas, dedico a esse fiel, incansável e severo vigilante esses 1.000k.

Não poderia esquecer o agradecimento à minha grande amiga Riva, companheira de treinos e provas.

Eu e Riva

 

Agradeço também às minhas amigas sedentárias, que mesmo não querendo me acompanhar, torcem por mim sempre dando aquela forcinha . O incentivo de vocês é muito importante.

E aos meus colegas verdinhos, o meu orgulho de fazer parte desse time vencedor!

 

Compartilhe:

Vamos Treinar?

Conheça o treinamento online BHRace. Corra onde e quando quiser, com orientação profissional.


Deixe um comentário

avatar
  Receber comentários por email  
Avise-me de

Deixe seu email e receba nossa news