Blog

10/01/2012

ESVAZIAR-SE

Dicas BHRace

“Programa de hoje: expirar, inspirar e expirar”, assim disse Buda um dia aos seus discípulos.

Início de ano e talvez já estamos cheios de planos, idéias, metas, sonhos para este 2012 que está apenas mostrando os seus primeiros raios. E quem diria, todos estes raios já podem ter direções precisas e definidas, não só para este mês e carnaval, mas para alguns, para todo o resto do ano. É como ter a vida de um bebê toda planejada e pensada mesmo que ele esteja apenas engatinhando.

Não desejo felicidade, nem mesmo a realização de sonhos. Antes de mais nada, desejo que nos esvaziemos. Expire, para inspirar e expirar novamente. E quantas vezes nós fazemos isso em uma corrida ou em qualquer hora do dia? Atentos, percebemos que a respiração acontece a cada momento, constantemente. Esvaziamo-nos do antigo para nos preencher e encher nossos pulmões com ar novo.

O quanto realmente desejamos o novo? Podemos estar dispostos a nos esvaziar, proporcionalmente a quanto estamos abertos ao novo. Nem mesmo precisamos desejar o novo, pois ele já está presente a cada instante, e iremos perceber e viver este novo a medida que estaremos verdadeiramente presentes a cada passada da vida. Assim, a cada passada da sua corrida ou do seu dia, perceba as sensações de cada parte do seu corpo, do toque no chão e movimentos dos seus pés, calcanhares, joelhos e toda a sua perna; do movimento ou tensão dos braços, tronco e cabeça, da sua respiração, das sensações que vem do ambiente externo, sons, cores, claridade, odores e também do espaço interno, das suas sensações, emoções, sentimentos e pensamentos, acolhendo tudo que existe.

Experimente não se identificar com tudo isso, mas simplesmente observar a presença de cada coisa e deste inteiro que você percebe. Procure não alimentar o que já passou ou criar expectativas com o que está por vir, esteja presente no momento presente.

Para alguns, em algum momento da corrida ou da vida, pode haver uma sensação de silêncio, um contato com você mesmo, seu ser como um todo e tudo, e só. E neste estado, do nada, ou quem sabe do Todo, o novo possa ser percebido. Às vezes, ele se manifesta em forma de um insight ou mesmo em uma sensação diferente, simplesmente indescritível. Alguns chamam este estado de meditação ou prática contemplativa. Não é necessário dar nomes, o convite é que cada um experimente e descubra por si mesmo, o que é esvaziar-se a cada passada.

* Marcio Sussumu Hirayama é um corredor eventual e amigo da BH Race que a convite da equipe se abre ao novo para compartilhar algumas palavras neste Blog. Sussumu é coordenador de cursos e professor de yoga e meditação em Nazaré Universidade da Luz .

Compartilhe:

Receber comentários por email
Avise-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Leticia Martini
Leticia Martini
11 anos atrás

Sussumu, Adorei sua mensagem. É tão simples e não conseguimos enxergar. O novo acontece a cada dia, mas precisamos nos esvaziar para que possamos nos renovar. Talvez o espaço em que guardamos nossos ressentimentos, amarguras e decepções deva ser renovado para que possamos receber novas emoções. Quanto a esvaziar a mente ou não pensar em nada, ou escutar o silencio do nosso interior. Puxa vida! ô coisa difícil heim? Vivo a mil por hora, corro com o ipod no máximo sonhando mil coisas, planejando a vida, a mente viajando… Como é que deve ser não pensar em nada? Ouvir o… Read more »

Annette Loures
Annette Loures
11 anos atrás

Sussumu,

Algumas vezes estamos com tantas coisas na cabeça que corremos sem sequer prestar atenção ao nosso corpo.
Como sua mensagem é importante para todos nós !!!!
Com frequência , deixamos passar o momento presente , porque simplesmente ” pré-ocupamos” nossas mentes com tarefas e obrigações cotidianas. Como é bom esvaziar-se para receber o novo, o momento presente! Relaxar e simplesmente ouvir nossa respiração , sentir e ver em volta, entrar em contato com nosso interior!

Mutíssimo obrigada pela linda mensagem!
Grande abraço, Annette.

Vamos Treinar?

Conheça o treinamento online BHRace. Corra onde e quando quiser, com orientação profissional.