Blog

08/07/2011

MARATONISTA SOCIAL

Coluna do treinador

Faltam menos de 3 meses para o dia 25/09, quando irei correr a maratona de Berlin!

Exatamente essa semana comecei a sentir de verdade o peso dos volumosos treinos longos que finalmente ultrapassaram os 20km…

A musculatura da perna começa a reclamar em qualquer subida de escada ou no simples ato de agachar para pegar objetos!

O corpo já se mostra mais leve e as vêias estão tomadas por maravilhosos hormônios, filhos legítimos da atividade física.

Entre o cansaço e o êxtase da rotina do treinamento, lá vou eu rumo a conquista dos 42km sem maiores problemas…

A não se por uma única e mais complicada questão: vida social.

Essa para mim sempre será a maior dificuldade de um maratonista amador.

Conciliar o lazer com o treinamento é sem dúvida um grande desafio!

Claro que não estou me referindo aos atletas “bitolados” pseudo-profissionais que super valorizam a corrida e a não se importam com nada muito longe dos seus pares de tênis.

Me refiro ao corredor descolado, cheio de amigos e companhias agradáveis, que gosta de conversar, encontrar a família, namorar, ouvi boa música e assistir um grande show.

Como explicar para sua esposa que na manhã seguinte da noite do seu aniversário de casamento você tem um longo de 32km!?

De que forma negar uma “partidinha” de futebol com seu filho após correr durante 3h30min?

Como informar aos amigos que você irá desfalcar a “pelada” durante 3 meses?

Vida de maratonista realmente não é fácil.

Essa semana minha vó  me chamou para almoçar em sua casa…

Eu disse que não podia ir, pois havia reservado o horário do almoço para fazer o treino intervalado.

Imediatamente ela retrucou: “O que você pagou parcelado!?”

Após uma boa gargalhada, não tive dúvida.

Passei o treino para o dia seguinte e fui saborear minha comidinha de vó!

Compartilhe:

Receber comentários por email
Avise-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Renata Marques
Renata Marques
9 anos atrás

KKKKK! Minha barriga tá doendo e minha maquiagem para o jornal está borrada de tanto rir!!! Amei o texto “maratonista social”! Você escreve muito bem! Como treinador e maratonista amador você me parece um excelente comunicador também! Parabéns pela forma clara como você relatou os conflitos básiscos mas que podem se tornar problemáticos quando viram constantes… Esse negócio de correr é muito motivante. Superar seus próprios limites, competir, mudar o corpo, os hábitos e, principalmente, a cabeça faz com que a gente, sem perceber, se jogue com muita disposição na atividade. Confesso que já tenho sofrido isso na pele… Outro… Read more »

Tiago Bean
9 anos atrás

Parcelar a comida da vó não dá né iuri!! Muito legal seu post!!

Dia 13 estarei ai…Abraços

Carolina Nunes
Carolina Nunes
9 anos atrás

Adorei…Até pra mim, mera corredora que nem pretende fazer a meia marotona um dia, as vezes pensa 2x antes se vai sair na sexta, vespera do longão.

Julio de Castro
Julio de Castro
9 anos atrás

Perfeito Iuri…realmente não é nada fácil manter uma rotina de treinos, até mesmo para uma meia e conciliar com a vida social. Tem que ser fera para objetivar as duas coisas.

ANNETTE LOURES
9 anos atrás

Renata tem razão, Iuri! Vc se tornou um ótimo cronista.
Parabéns!! Muito legal masmo!
Gostei desta história de treinos “parcelados”. Precisa ter dia de treino e dia de ficar à toa. Treinos em 3 ou 4 parcelas semanais, vc paga sem muito esforço.
Mas vida de maratonista é estranha… Vc sofre prá burro, tem parcelas exorbitantes para pagar, se mata de trabalhar e quando termina tudo , sempre quer repetir a compra. Só maluco mesmo!!!
Bjs

Adriano
Adriano
9 anos atrás

Hihihihi… boa!

Vamos Treinar?

Conheça o treinamento online BHRace. Corra onde e quando quiser, com orientação profissional.