Blog

06/07/2017

Sugestões de Livros para Corredores

Post da Nagai

Há uma diversidade de livros bacanas disponíveis nas livrarias e no Amazon Kindle que abordam assuntos de interesse dos corredores, tais como:

  • Expectativa da quebra da barreira das 2h na maratona (“2 hours” de Ed Caeser)
  • Clássicos (“Nascido para Correr” de Chris McDougall)
  • Biografias (Usain Bolt, Seb Coe, Moh Farah,…)
  • Grandes conquistas (“50 Maratonas em 50 dias” do Dean Karnazes)
  • Treinamento mental para longas distâncias (“How Bad you want it” de Matt Fitzgerald)
  • Etc.

Desde que iniciei na corrida, comecei a ler muitos e a partir deste post recomendo algumas boas leituras para quem deseja se envolver mais com universo da corrida.

 

“Do que Eu falo quando falo de Corrida” – Haruki Murakami

Quem é o autor: Corredor amador desde 1982, já completou aproximadamente 24 maratonas, além de um dos escritores japoneses mais brilhantes

Idioma: Português e mais outros 37 idiomas

Ideal para: Atletas de longa distância, quem deseja um livro de fácil leitura e quem queira se sentir como se estivesse numa resenha pós-longão de sábado com o atleta experiente da assessoria.

 

Autor compartilha seus pensamentos sobre o que é ser corredor de longa distância, comentando por exemplo, que pessoas decidem correr não por quererem viver mais saudavelmente, mas sim, para viver ao máximo, se sentirem vivas.

O livro mostra muito o processo de envelhecer, que traz a sabedoria para celebrar desde as pequenas conquistas e aceitar que a partir de uma certa idade.

Comenta que mesmo que o tempo fique aquém do esperado, o sentimento de ter feito seu melhor e ter descoberto algo sobre si na preparação para a prova já são grandes realizações, ensinamentos para as próximas corridas.

Murakami compara músculos como animais que desejam o maior conforto possível e que se deve mostrar a eles quem é que manda, deixar claro suas expectativas, mas sem exauri-los demais.

Enfim, impossível não se identificar com as situações descritas, de concordar com as analogias e conclusões do autor.

Encontrei o livro ao acaso na seção de esportes da livraria e terminei o livro em menos de uma semana.

Vale a pena conferir!

 

“Meb for Mortals” – Meb Keflezighi

 Quem é o autor: Atleta olímpico Americano (medalhista de prata em Atenas), vencedor da maratona de NY e aos 39 anos, ganhou a corrida de Boston.

Idioma: Inglês

Ideal para: Atletas de 5 a 42K, quem deseja aprender dicas com um dos atletas mais longevos do atletismo, curiosos de entender da rotina de um campeão.

Em uma das dicas, Meb fala que é melhor estar sub-treinado do que excessivamente treinado, a ponto de estar sob risco de lesão.

A visão do “mais é melhor” não se aplica no treinamento para corrida.

O objetivo é sempre se resguardar para o dia da prova, não se matar nos treinos a ponto de seu desempenho ser insatisfatório.

A recuperação é um fator chave e é realmente relevante. Não é o treino em si, mas como você se cuida nas próximas horas faz a diferença.

Segundo visão do atleta, é melhor prolongar o período de descanso do que retornar rapidamente aos treinos quando o corpo ainda está fadigado e com riscos altos de lesão.

Outro ponto é o planejamento de back-up, caso o plano A não se concretize, é preciso flexibilidade para transitar entre as diversas alternativas diante dos imprevistos para não se desmotivar.

O livro ficou entre os best-sellers do New Yor Times e vale pela coletânea de dicas e exemplos ricos extraídos da carreira vitoriosa do Meb, inclusive compartilha suas planilhas de treinos, exercícios e sua própria rotina com o leitor.

 

Vamos Treinar?

Conheça o treinamento online BHRace. Corra onde e quando quiser, com orientação profissional.


Deixe seu email e receba nossa news