Blog

04/04/2017

5 erros que um corredor iniciante não pode cometer

Dicas BHRace

A corrida, assim como outras atividades físicas, é um esporte que necessita de alguns cuidados para que seja feita de forma que proporcione apenas benefícios para o praticante. Se mesmo aqueles que já são experientes cometem alguns deslizes, quem está começando nesta jornada deve ficar atento para não passar pelos mesmos enganos. Por isso, é bom ficar atento a alguns erros que um corredor iniciante não pode cometer. Veja quais são:

Quais são os erros mais comuns em corredores iniciantes?

1. Correr a mesma distância todo treino

Se você continuar a correr a mesma distância todo treino, a única coisa que você estará fazendo é atrasar o seu desenvolvimento, já que, logicamente, nossa capacidade de correr tende a evoluir com o passar dos treinos.

Portanto, trabalhe com metas e supere-as. Se você tentar evoluir sempre, o seu corpo responderá superando os seus limites.

2. Acreditar que o vendedor de tênis sabe qual seu tipo de pisada

A corrida, no quesito equipamento, também possui características próprias. Assim como para jogar bola é preciso fazer uso de um tênis específico, para correr, o calçado também deve ter esta especificidade. Um bom tênis irá te dar estabilidade suficiente para evitar lesões nos ligamentos, além de conforto para correr. A escolha pelo calçado ideal depende de fatores como:

  • Peso corporal
  • Parte do pé em que pisa
  • Tipo de corrida
  • Tipo do solo onde será feita a corrida
  • Nível do corredor

Então, antes de sair correndo por aí, atente-se a estes detalhes para não precisar abreviar suas corridas. Nós temos esse post, que com certeza vai te ajudar na escolha. Porém, consultar um ortopedista ou fisioterapeuta também pode pode ser uma boa ajuda pra descobrir o tênis de corrida ideal. Acreditar em vendedor de sapatos pode ser uma péssima ideia, principalmente porque o principal objetivo dele é realizar a venda.

3. Não saber a velocidade ou intensidade ideal de treino

Quando começamos a correr, é comum avistarmos um colega em um nível mais avançado, e acelerar as passadas para acompanha-lo. Ou tentar evoluir mais rápido que o programado. Reconhecer o seu limite e trabalhar dentro da velocidade e intensidade ideal, normalmente calculadas quando montamos um planejamento de treinos, garante que a sua evolução seja constante. Tentar queimar etapas ou seguir o ritmo de outros só irá fazer você se distanciar cada vez mais das suas metas.

4. Não dar valor ao descanso

O descanso correto é mais do que necessário para que o seu corpo se adapte à rotina de exercícios e esteja novamente preparado para outras sessão de treino. Não dar a ele o tempo necessário apenas irá prejudicar o seu desempenho e multiplicar as dores. Entender a importância de uma boa noite de sono ou ouvir o seu corpo é o melhor indicativo de descanso. Às vezes, mais é menos.

5. Montar o treino que parece ser o melhor ou mais legal

A construção de um plano de treinos deve ser feita por um profissional da área. Quando tentamos montar um programa de treinos, deixamos passar diversos itens de suma importância. Então, o ideal é ater-se ao básico, caso você opte por, neste início, não consultar um especialista.

Para saber mais dicas sobre tudo que envolve o mundo das corridas, seja você um corredor iniciante ou especializado, confira o nosso blog: bhrace.com.br

Vamos Treinar?

Conheça o treinamento online BHRace. Corra onde e quando quiser, com orientação profissional.


Deixe seu email e receba nossa news


Fatal error: Class 'WYSIJA_NL_Widget' not found in /home/bhrace/www/wordpress/wp-content/themes/bhrace/views/posts/_news_form.php on line 10